Estatistica Para as Ciências Sociais: SPSS


transferir

SPSS é um software aplicativo (programa de computador) do tipo científico. Originalmente o nome era acrónimo de Statistical Package for the Social Sciences – pacote estatístico para as ciências sociais, mas na atualidade a parte SPSS do nome completo do software (IBM SPSS) não tem significado.  Pacote este de apoio a tomada de decisão que inclui: aplicação analítica, Data Mining, Text Mining e estatística que transformam os dados em informações importantes que proporcionam reduzir custos e aumentar a lucratividade. Um dos usos importantes deste software é para realizar pesquisa de mercado.

Teve a sua primeira versão em 1968 e é um dos programas de análise estatística mais usados nas ciências sociais; é também usado por pesquisadores de mercado, na pesquisa relacionada com a saúde, no governo, educação e outros sectores. Foi inventado por Norman H. Nie, C. Hadlai (Tex) Hull e Dale H. Bent. Entre 1969 e 1975 a Universidade de Chicago por meio do seu National Opinion Research Centeresteve a cargo do desenvolvimento, distribuição e venda do programa. A partir de 1975 corresponde à SPSS Inc.

Originalmente o aplicativo foi criado para grandes computadores. Em 1970 foi publicado o primeiro manual de usuário/utilizador do SPSS por Nie e Hall. Este manual populariza o programa entre as instituições de educação superior nos Estados Unidos. Em 1984 saiu a primeira versão para computadores pessoais.

O aplicativo SPSS é vendido por uma companhia chamada também de SPSS. Isto é algo confuso, uma vez que a companhia vende uma larga gama de software de análise estatística que não apenas o programa SPSS. As iniciais da companhia significam hoje Statistical Product and Service Solutions.

O SPSS Data Editor é útil para fazer testes estatísticos, tais como os testes da correlaçãomulticolinearidade, e de hipóteses; pode também providenciar ao pesquisador contagens de freqüência, ordenar dados, reorganizar a informação, e serve também como um mecanismo de entrada dos dados, com rótulos para pequenas entradas.

O SPSS Data Editor tem duas “perspectivas” (views), a Data View (onde ocorre a entrada dos dados) e a perspectiva das variáveis, onde podemos seleccionar o nome, tipo, número máximo de letras por célula (“width”), número de casas decimais, rótulo, largura da célula (“columns”), alinhamento dentro da célula (“align”), e caso se quer ou não que a variável seja nominalordinal, ou “scale” (“measure”). Na perspectiva das variáveis também se podem categorizar as entradas em rótulos (isto é onde o uso de duas letras pode surgir em vez de palavras inteiras, na coluna “Values”) e marca entradas como inválidas (na coluna “Missing”).

Para aplicações especiais, tais como a análise conjunta ou de séries temporais, há módulos adicionais que se juntam ao programa base. Para além disso, a empresa SPSS oferece outros produtos como Clementine ou AnswerTree (anteriormente CHAID), que são programas Stand-alone e funcionam independentemente do SPSS base.

O SPSS é acionado pelo menu, mas também possui uma linguagem de programação própria.

Como programa estatístico é muito popular também pela capacidade de trabalhar com bases de dados de grande dimensão. Na versão 12 são possíveis mais de 2 mil milhões de regist(r)os e 250 000 variáveis.

 

 

Anúncios