Versos de democracia: Por António Mateus (Yamuenemuene)


mortesocrates2

Tudo que se pode dizer sobre democracia…

É que a mesma por sí só é antidemocráta…

Pois não é, pura como a água da nascente…

Mas, turva como a água potável…

Que jorra nas ausentes torneiras da minha terra…

Como a vida ela é antidemocrática…

Na medida em que a sua matriz seleciona dedos

Para o tão almejado exercício da soberania popular.

Direita ou indireita isso apenas o culto da demagogia explica

Toda via, pergunto!

Onde fica o principio da igualdade

Quando os dedos daqueles cuja a democracia

e Bodin deu origem soberanos?

Se o exercício é apenas para alguns, e por sorte ou azar

Os mais ingênuos e famintos.

Talvez seja a meritocracia de aristotélica, e

Mais uma vez pergunto!

Como pautar pela equidade se o degenerado e corrompido

Regime por natureza e origem, conforta e cria sociedades

Elites em detrimento de uma maioria cuja os dedos servem

Apenas para legitimar quem durante 16000 anos repete a mesma camisola

E lé os mesmos livros que a historia já condenou faz tempo,

E refuta-se a ideia do poeta!

Não são os que legitimam é o intimo, pois, o voto nunca foi estratégico

Nem um instrumento para perpetuar letargias, é sim

Um sentimento expressado quando ideias  se cruzam-se na mesma

Estação em busca de um caminho comum que os dividira mais tarde

É na verdade na busca pelo mesmo Horizonte que se estabelecem

As regras do jogo, uns têm como regra uma licenciatura, outros uma

Douctoramento e outros uma vida inteira de utopias.

É nestas horas que me aconselho com o santo Maquiavel, anostalgiando

Minha alma em Weber e no final busco minha essência em Kant

E quando desembarco da peregrinação deparo-me  com debate entre Marx e Smith

E o popular que colocou pedras nos Alicerces do mundo  a democracia apenas Honrou lhe

Com um mausoléu.

Nos musseques do mundo democracia é perecer nas falidas calçadas do walfere state

E hoje o popular denomina-se  Direito e  Democrático ou republica e o P de Popular foi substituído pelo P de poupar que não poupa a vida daqueles cuja a riqueza é apenas

Era apenas um pedaço de terra que o Direito democrático diz propriedade do estado

Um estado governo que jamais será povo população e soberania, á isso chamamos

Democracia.

É ainda Democracia sujar os dedos em apenas um dia para forjar uma

Inexistente soberania, pois, em quanto uns forem mais   Audazes e atentos que

Alguns e toda via Despidos de moral e embriagados de orgulho jamais

Nos encontraremos no mesmo destino, após termos partidos da mesma esticão!

Anúncios