A proposito das Cábulas


     Martins Bota, Estudante de Sociologia


6721_431590076927629_773412092_nVenho por meio desta demonstrar publicamente a minha repulsa por aqueles que se “dizem ser estudantes” universitários (acho que estes são universitários com C), mas que contam sempre com o amigo “próximo mais próximo” que “está sempre consigo” – esse amigo chama-se CÁBULA.
Durante os dias de exame fui observando com muita preocupação que muitos estudantes da faculdade de ciências sociais, tanto do período laboral como do pós laboral, recorrem constantemente uma fraude acadêmica. Na sua maioria recorre a famosa “miniatura” onde copiam a matéria com as letras em tamanho muitíssimo reduzido para fazerem das suas durante as provas. Inquieta-me a quantidade enorme de papéis que ficam espalhados na casa de cópias, onde esses estudantes recortam com tesouras as matérias e colocam os “papelitos” até em partes íntimas do corpo. Vejo estudantes a prepararem cábulas em muitos locais da faculdade, desde a biblioteca, a sala de estudo, as salas de aulas, nos parques adjacentes, mas durante os 4 anos na faculdade, somente vi o caso de uma estudante reprovou por cábula (podem existir outros casos, mas eu só conheço este), o que me dá a possibilidade de levantar muitas questões: será que os estudantes preparam e não usam as cábulas, por isso não são apanhados? Ou será que são tão astutos, que os professores não percebem? Ou os professores não querem assumir posições, por isso são cúmplices? Porque razão os professores não denunciam e punem severamente estes estudantes?
“Entretanto, contudo, porém” eu penso que estes estudantes deveriam ser severamente punidos, é preciso afastar estes vícios da universidade, porque aqui somente devem chegar os mais capazes, os que estão em condições e possuem capacidades de CONQUISTAR uma PROFISSÃO. Não venham com desculpas de que são “já mais velhos”, que “trabalham, que são mães ou pais”, porque cada um vive as opções que teve na vida, por isso a universidade tem as suas regras e uma delas é a punição contra a fraude académica, então porque é que não se aplica? Que universidade queremos? Penso que a universidade deve ser uma reserva moral da sociedade, acham que estes “cabuladores” conseguem adquirir competências para mudar o curso do país ou estaremos sempre atribuir a culpa (que é sempre mais fácil) aos políticos? A universidade deveria punir severamente os “cabuladores”, porque são desonestos, batoteiros, fazem concorrência desleal, são injustos e a faculdade não pode apadrinhar isto ainda que de forma latente, estes estudantes não fazem falta a universidade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s